Monday, July 14, 2008

UM OCASO


UM OCASO


No fim da tarde morna
o rico medalhão do sol
corta com seus raios
o tempo e o espaço,
roça-se todo no mar,
atravessa as árvores
e vem ferir de beleza
o encanto mudo do poeta.


1 Comments:

Blogger Ellen Veloso Soares said...

Que maravilha de poesia! Aplausos..

3:52 PM  

Post a Comment

<< Home