Monday, July 14, 2008

FOSCO


FOSCO


Cristal, branco canto,
calado em sua nudez.
Nada de reflexos,
sons abafados,
campos impossíveis,
horizontes improváveis.

Quando o renascer?

1 Comments:

Blogger Helena C de Araujo said...

Quando um pequeno cristal é motivo para poesia, já tem início o "renascimento"... Maravilhoso!

1:45 PM  

Post a Comment

<< Home