Tuesday, April 08, 2008

GÉRBERA

GÉRBERA


Gérbera!

Leve e discreta

Colorida sempre

De matizes variadas

Alegre e feminina

Cheia de suspiros

Em suas pétalas

Clama por um aconchego

De breves e suaves toques

Otávio Coral

3 Comments:

Blogger Renata Christina said...

Um belo poema suave e delicado como a prórpia flor. Adorei.Bj

3:40 PM  
Blogger Poemas e Cotidiano said...

Vibrante!
Bjs
MARY

8:45 AM  
Blogger Alessandra said...

é a vida pura aqui, através da linguagem!

7:14 PM  

Post a Comment

<< Home