Wednesday, December 20, 2006

PLENITUDE

1 Comments:

Anonymous MEL said...

Maravilhoso, poeta! Que sejam sempre penúltimos todos os momentos como este assim tão lindamente descrito. Um beijo da Mel

3:27 PM  

Post a Comment

<< Home